Notícias

[Educação] Município realiza aula inaugural de turma bilíngue para surdos

Postada em 13/03/2018 às 11:27:48

Interação:

[Educação] Município realiza aula inaugural de turma bilíngue para surdos
A aula inaugural aconteceu nesta segunda-feira, 12, no Pólo Ead

Com o objetivo de criar novos espaços educacionais para reintegrar os surdos lagunenses, a Secretaria de Educação está implantando salas binlíngues no município. A aula inaugural da turma de Educação de Jovens e Adultos (Eja) Bilingue foi realizada nesta segunda-feira, 12, no Pólo Ead (CAIC), com a presença de representantes da Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos - Feneis, Universidade Federal de Santa Catarina - Ufsc e Associação Lagunense de Pais e Amigos – Alpas.

“Venho acompanhando a criação desta escola bilíngue nos últimos quatro meses. Tenho participado de varias reuniões, no sentido de compartilhar conhecimentos e experiencias. A iniciativa local com Crisiane Bratti (ativista, presidente da ALPAS) foi importante para a comunidade surda local. Acreditei que a escola foi possível graças ao desejo do prefeito e da secretaria de educação do município. Meu ponto de vista é que esta escola se transforme em realidade tornando os surdos como cidadãos”, destaca André Reichert, professor da Ufsc e presidente da Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos – Feneis

Segundo Gladis Perlina, vice-presidente da Feneis, a iniciativa de criação da escola bilíngue em Laguna contribui de forma notável para a reafirmação deles como surdos, além de ser um importante espaço de convivência social. “Estive presente na inauguração e notei o marginalização a que foram sujeitos os alunos surdos do município, pois que mal conseguem assimilar a comunicação. Por isto acredito na educação bilíngue como fator de integração. A educação bilíngue se constitui um dos mais fortes pontos de luta dos surdos. Não é nova. Em sua trajetória tem registro de muitas passeatas, intervenções em educação e também de documentos constituídos em conjunto com o governo. Nos sentimos muito orgulhosos desta conquista e esperamos contar com o apoio do município para continuidade da educação dos surdos”, afirma a pesquisadora, que também é surda e doutora pela Ufsc.

A Secretária de Educação, Karmensita Rocha, finaliza agradecendo o Conselho Municipal de Educação e ao prefeito Mauro Vargas Candemil por acreditar na sala de Eja Bilingue (Alfabetização). “Precisamos que todas as pessoas tenham acesso e oportunidade ao conhecimento, quebrar as barreiras da falta de comunicação e a exclusão”, reafirma.

Serviço:

As matrículas abertas: podem ser feitas na EEB. Elizabeth Ulysséa Arantes (CAIC), no Portinho.

Turma: EJA – Educação de Jovens e Adultos (alfabetização)

Dias e horários: Segunda a sexta-feira / Noturno

Mais informações: 3647-1673

Imagens da matéria

>> Visualizar imagens para download

Mais notícias