Notícias

[Cultura] Curso de capacitação para conservação e restauração de prédios históricos teve início

Postada em 09/04/2018 às 16:11:18

Interação:

[Cultura] Curso de capacitação para conservação e restauração de prédios históricos teve início
Serão mais quatro sábados de aulas práticas e teóricas.

Prédios históricos construídos em séculos passados somente Laguna tem 600 e tombados desde 1985. A preservação destas arquiteturas é um dilema dos técnicos, moradores, poder público, engenheiros e historiadores.

Por falta de consciência, projetos, recursos e, principalmente, mão de obra qualificada, a ameaça rodeia. 

Um grupo de pesquisadores tenta agora mudar o destino destes prédios históricos. No mês de abril, profissionais gabaritados estarão lecionando uma oficina gratuita: “Da teoria à prática: Curso de capacitação para conservação e restauração de bens imóveis no Centro Histórico de Laguna-SC”.   

O projeto foi idealizado e confeccionado pelos pesquisadores Aline Bastos e Indio Vignes e o professor e arquiteto João Paulo Schwerz, convidado para auxiliar na coordenação, preparação do projeto e execução.

A oficina foi contemplada no segmento Educação Patrimonial, do Prêmio Anderle, com a proposta de transferir conhecimento sobre as técnicas de recuperação e manutenção.

A grande procura entusiasmou os envolvidos, uma luz surgiu e um nicho de mercado mostrou-se forte. "Falta profissional para trabalhar com restauração e recuperação de edificações históricas em todo o Brasil", assim o professor da Udesc, João Paulo Schwerz, iniciou o primeiro dia da oficina no sábado.

Na terceira fila, atento as explicações dos professores, o pedreiro Reginaldo Cardoso, 36 anos, já sabe que mais conhecimento será importante para atrair clientes com o currículo qualificado. Prometeu para si mesmo não perdeu nenhuma aula.

Uma gama de projetos incompletos, pequenas obras de restauro nos casarões do centro histórico fora das normas de preservação, escassez de pedreiro e servente, engenheiros e arquitetos foram algumas das situações da realidade brasileira descritas. 

A primeira palestra ocorreu com Marina Canas, arquiteta e urbanista do Iphan de Santa Catarina, com especialização em conservação e restauração de monumentos e conjuntos históricos. 

Um olhar especial para o bem tombado serviu de patamar para o decorrer da aula de Cannas, num auditório lotado. "Laguna foi tombada por seu grau de importância para a história do Brasil e precisa ser preservada", disse. 

Um bem privado com interesse público é assim que os prédios históricos são apreciados. 

O perigo dos agentes de deterioração como fatores ambientais, desastres ambientais e intervenções dos homens são fortes ameaças.

Em outra parte da palestras, Marina lembrou da falta de capacidade técnica, monitoramento e recursos financeiros. A pressão urbana, falta de planejamento urbano e turismo predatório não deixaram de ser lembrados como predadores para o bem histórico. 

Um pedido foi feito para uma maior fiscalização da comunidade para denunciar irregularidades que colocam em risco os prédios históricos. "Precisamos de mais consciência coletiva para preservar estes bens tão preciosos", descreveu. 

Os alunos puderam percorrer várias pontos turísticos históricos em todo o mundo que estão passando por ameaças, ou já não existem mais. Um alerta para cuidar do que ainda resta. 

O curso teve sua turma dividida entre funcionários da Prefeitura de Laguna, Corpo Acadêmico da Udesc Laguna e sociedade civil que atua na área.

O projeto conta com apoio da Fundação Lagunense de Cultura, da Prefeitura Municipal de Laguna e do Iphan – SC.

Professores e conteúdo

Dia 7 de abril - "Panorama geral de preservação de bens culturais e leitura de projetos de restauração", com Marinas Canas Martins

Dia 14 de abril - "Centro Histórico e suas principais patologias", com Matilde Villegas e Vladimir Stello

Dia 21 de abril - Argamassas, com Isabel Kanan

Dia 28 de abril - Cores/tintas, com Cristiane Biazin

Dia 5 de maio - Telhados, com Marcos Borges

O material dídatico do curso poderá ser encontrando neste link 

https://iniciativaatelier.wordpress.com/2018/03/09/curso-de-capacitacao-para-conservacao-e-restauracao-de-bens-imoveis-no-centro-historico-de-laguna-sc-inicio/

Programa de Extensão da Udesc

O professor Kleyser Ribeiro, da Udesc, já adiantou para o público que no próximo semestre a universidade irá oferecer oficinas gratuitas, como de capacitação para trabalhadores da construção civil. 

O  Programa de Extensão 'Integração de saberes: conhecimento e comunidade' tem como objetivo principal o compartilhamento de saberes entre a universidade e a comunidade, entre conhecimentos acadêmicos e populares. 

Como público-alvo, visa-se principalmente os grupos com menor possibilidade de acesso à educação formal e profissionalizante. O programa contempla três projetos de extensão: Capacitação para trabalhadores da construção civil, Preparação de jovens para o mercado de trabalho e conhecendo direitos. 

Iphan irá organizar lista de profissionais 

Ao final do curso, o  Iphan de Laguna pretende aumentar a lista de profissionais capacitados para executar reforma e restauração de prédios históricos. Assim, os moradores e empresários ao realizar algum reparo poderão ter uma sugestão de nomes profisssionais 

Antes, porém, o morador que pretende fazer alguma alteração numa edificação histórica deverá entrar em contato com o Iphan de Laguna, que está localizado no centro histórico, na praça da matriz. Telefone é 3644-1144.

 

Texto e fotos: jornalista Taís Sutero JP 1796

Imagens da matéria

>> Visualizar imagens para download

Mais notícias