Notícias

[Pesca] Pescadores capturam mais de dez toneladas de tainha no Farol

Postada em 03/05/2016 às 17:59:21

Interação:

[Pesca] Pescadores capturam mais de dez toneladas de tainha no Farol
Fotos: Maré Mansa Restaurante/Farol

A safra da tainha começou com tudo em 2016. Pescadores artesanais do Farol de Santa Marta capturaram nestes últimos três dias cerca de 15 toneladas do pescado. Um momento histórico para a comunidade.

Somente na manhã desta terça-feira, dia 3, foram capturadas 10 toneladas de tainha num único cerco. No domingo foram duas e segunda-feira, dia 2, foram três toneladas.

A safra da tainha abriu, oficialmente, no domingo, dia 1º, e já é motivo de comemoração. Está sendo uma das melhores safras da história, em Laguna.

Grandes quantidades também foram pescadas em Garopaba, Imbituba e Praia dos Ingleses, em Florianópolis.

Nesta época do ano a tainha sobre através de correntes marítimas vindas do sul, impulsionadas pelo vento sul, para desovar. É neste período que os pescadores concentram seus esforços na captura do pescado.

A pesca da tainha é liberada a cada período diferenciado, conforme o tipo de rede, embarcação e classificação.

Saiba o período de liberação para cada um:

Pesca artesanal com rede de arrasto (canoa sem motor)

1º de maio a 31 de julho

Pesca artesanal com rede anilhada

15 de maio a 31 de julho

Pesca industrial

1º de junho a 31 de julho

Restrições à prática de surfe no Farol

Praticantes de surfe, bodyboard, kitesurf, windsurf, jet ski e outras modalidades aquáticas realizadas no mar, precisam ficar atentos às restrições nesta época do ano.

Até o dia 15 de julho, temporada de pesca da tainha, fica proibida a prática desses esportes nos costões da Prainha do Farol de Santa Marta e Praia do Cardoso. Isso porque, nestas regiões ocorre a pesca de cerco com barcos.

Nos costões de outras praias, como a Praia do Gi e Itapirubá por exemplo, não há restrições. Toda a Praia do Mar Grosso, Praia do Iró, Galheta, Gravatá e algumas outras também ficam liberadas.

Em dias de ressaca, quando não há possibilidade de lançamento dos barcos ao mar, o surfe pode ser praticado livremente.

A determinação é válida desde maio de 2013, através da lei municipal nº 1588/13.

Imagens da matéria

>> Visualizar imagens para download

Mais notícias