Notícias

Projeto dos trapiches coletivos foi apresentado aos pescadores de Barreiros, Santiago e Pescaria Brava

Postada em 19/03/2008 às 15:06:53

Interação:

Projeto dos trapiches coletivos foi apresentado aos pescadores de Barreiros, Santiago e Pescaria Brava
Dando continuidade ao processo de apresentação do “Projeto Trapiches Coletivos” às comunidades pesqueiras do município, a Secretaria de Pesca, Desenvolvimento Rural e Aqüicultura, esteve nesta quarta-feira, 19, reunida com os pescadores das localidades de Barreiros, Santiago e Pescaria Brava.

O encontro aconteceu no salão paroquial de Barreiros.

Os pescadores de Barreiros serão contemplados com dois trapiches, um com 130 e outro com 100 metros, Santiago ganhará um com 100 metros e Pescaria Brava um de 70.

Os representantes de cada região pesqueira, receberam cópias do projeto.

Outras comunidades, que receberão os trapiches, serão agendadas para apresentação.

Além dessa exposição, foi passado aos pescadores várias ações que a secretaria vem desenvolvendo no interior do município, como por exemplo; o bloco de notas fiscal para os produtores rurais.
“Esse é um benefício gratuito para os pescadores, além de comprovar que a pessoa exerce realmente a função de pescador artesanal”, disse Joel Ribeiro Motta, assessor da secretaria.

Os interessados em obter mais informações a respeito deste benefício, deverão procurar a Secretaria Municipal de Pesca, no 1º andar do Centro Administrativo Tordesilhas, no horário das 12h:30m às 18h:30m, ou ligar para 3 646 0533 – ramal 250.

Durante a reunião o secretário de Pesca, Obadias Gonçalves Barreiros, sugeriu a criação de uma associação de pescadores da região." Com a criação desta associação o pescador passa a ter voz ativa e assim maior facilidade em reivindicar suas necessidades", disse ele.

Entenda o projeto “Trapiches Coletivos”

Os pescadores que usam as lagoas Santo Antônio dos Anjos, Imaruí e Mirim agora poderão contar com uma estrutura mais adequada para trabalhar. Os 21 trapiches que serão construídos servirão de ponto de apoio para embarcações nas comunidades ribeirinhas. Ao todo mais de 1,5 mil famílias serão beneficiadas.

Essa obra vai organizar o setor e facilitar o desembarque na beira da lagoa em períodos de maré baixa, quando o lodo impede o pescador de chegar a parte rasa com o barco.

O projeto contempla as comunidades da Barranceira, Bentos, Caputera, Estreito, Cabeçuda, Portinho, Arial, Canto da Lagoa, Cigana, Pescaria Brava, Barreiros, Laranjeiras, Ponta das Laranjeiras, Figueira, Nova Fazenda, Perrixil, Mato Alto e Santiago.

O Governo Federal, através da Secretaria Especial de Aquicultura e Pesca, disponibilizará R$292 mil para investimentos na obra, e mais R$60 mil do Governo Municipal.

Imagens da matéria

>> Visualizar imagens para download

Mais notícias