Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Assistência Social e Habitação

Unidades públicas

Atualizado em 16/08/2018 às 15:12

 

O que são unidades públicas de assistência social?

Assistência Social conta com uma rede de unidades públicas, que realizam atendimentos para pessoas ou grupos de crianças, de
jovens, de mulheres, idosos, pessoas com deficiência e outros.

Os serviços da Assistência Social estão divididos por tipos de necessidades, há aqueles voltados para prevenir determinadas situações
e aqueles voltados para apoiar pessoas que tivera direitos violados. As pessoas ou famílias podem ir até uma unidade por conta própria ou
encaminhadas por recomendação de órgãos ou entidades.

 

CRAS – Centro de Referência de Assistência Social

O Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) é a porta de entrada da Assistência Social. É um local público, localizado prioritariamente em áreas de maior vulnerabilidade social, onde são oferecidos os serviços de Assistência Social, com o objetivo de fortalecer a convivência com a família e com a comunidade.

A partir do adequado conhecimento do território, o CRAS promove a organização e articulação das unidades da rede socioassistencial e de outras políticas. Assim, possibilita o acesso da população aos serviços, benefícios e projetos de assistência social, se tornando uma referência para a população local e para os serviços setoriais.

Conhecendo o território, a equipe do CRAS pode apoiar ações comunitárias, por meio de palestras, campanhas e eventos, atuando junto à comunidade na construção de soluções para o enfrentamento de problemas comuns, como falta de acessibilidade, violência no bairro, trabalho infantil, falta de transporte, baixa qualidade na oferta de serviços, ausência de espaços de lazer, cultural, entre outros.

Serviços ofertados: O Cras oferta o Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF) e o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). No CRAS, os cidadãos também são orientados sobre os benefícios assistenciais e podem ser inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal.

Público Atendido: Famílias e indivíduos em situação grave desproteção, pessoas com deficiência, idosos, crianças retiradas do trabalho infantil, pessoas inseridas no Cadastro Único, beneficiários do Programa Bolsa Família e do Benefício de Prestação Continuada (BPC), entre outros.

Formas de Acesso: Procure o Cras mais próximo da sua casa. Essa unidade é pública e os serviços são gratuitos. Nas regiões de difícil acesso, como no caso das comunidades ribeirinhas, indígenas, rurais, quilombolas, e outras, o Cras tem as chamadas “Equipe Volante”, que realizam a busca ativa. O deslocamento destas equipes é realizado por meio de carros ou das Lanchas da Assistência Social.

(Fonte: MDS, 2018)

 Saiba mais sobre o CRAS: http://mds.gov.br/assuntos/assistencia-social/unidades-de-atendimento/cras

Em Laguna foram implantados dois CRAS (CRAS I e CRAS II) e ambos ofertam o Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família – PAIF, com equipes compostas por coordenador, assistentes sociais, psicólogas, educadores sociais, agentes de proteção social, motoristas, auxiliares de serviços gerais e psicólogos.

 Endereços e contatos:

 CRAS I

Endereço: Rua Oscar Guimarães Pinho, 109 – bairro Magalhães (ao lado do Asilo Santa Isabel)

Fone: 3644.4947 - Email: crasvila@gmail.com

Horário de Atendimento: Segunda a sexta-feira, das 8h às 18h

 CRAS II

Endereço: Rua Saul Ignácio Martins, s/n, bairro Portinho 

Fone: (48) 99999.4653 - Email: cras2@laguna.sc.gov.br -

Horário de Atendimento: Segunda a sexta, das 8h às 18h

 

Para saber qual CRAS procurar, verifique a ÁREA DE ABRANGÊNCIA de cada unidade:

 

CRAS I

CRAS II

Campos Verdes

Bananal

Canto da Lagoa

Barranceira

Centro

Bentos

Cigana

Cabeçudas

Esperança

Caputera

Farol de Santa Marta

Estreito

Magalhães

Figueira

Mar Grosso

Itapirubá

Morro da Glória

Madre

Navegantes

Mato Alto

Passagem da Barra

Morro Grande

Ponta da Barra

Nova Fazenda

Ponta das Pedras

Parobé

Praia do Gi

Perrixil

Progresso

Portinho

Santa Marta Pequena

Praia do Sol

Vila Vitória

Ribeirão Grande

 

Ribeirão Pequeno

 

 Creas - Centro de Referência Especializado em Assistência Social

 Sobre o CREAS

O que é: O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) é uma unidade pública da política de Assistência Social onde são atendidas famílias e pessoas que estão em situação de risco social ou tiveram seus direitos violados.

Serviços Ofertados: A unidade deve, obrigatoriamente, ofertar o Serviço de Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos (PAEFI), podendo ofertar outros serviços, como Abordagem Social e Serviço para Pessoas com Deficiência, Idosas e suas famílias. É unidade de oferta ainda do serviço de Medidas Socioeducativas em Meio Aberto. Além de orientar e encaminhar os cidadãos para os serviços da assistência social ou demais serviços públicos existentes no município, no Creas também se oferece informações, orientação jurídica, apoio à família, apoio no acesso à documentação pessoal e estimula a mobilização comunitária.

Público Atendido: Famílias e indivíduos em situação de risco pessoal e social, com violação de direitos, como: violência física, psicológica e negligência; violência sexual; afastamento do convívio familiar devido à aplicação de medida de proteção; situação de rua; abandono; trabalho infantil; discriminação por orientação sexual e/ou raça/etnia; descumprimento de condicionalidades do Programa Bolsa Família em decorrência de violação de direitos; cumprimento de medidas socioeducativas em meio aberto de Liberdade Assistida e de Prestação de Serviços à Comunidade por adolescentes, entre outras.

Formas de Acesso:Procure o Creas do seu município. Essa unidade é pública e os serviços são gratuitos.

Fonte: MDS, 2018.

 Saiba mais: http://mds.gov.br/assuntos/assistencia-social/unidades-de-atendimento/creas

Em Laguna, o CREAS atua na oferta do Serviço de Proteção e Atendimento Especializado à e do Serviço de Medidas Socioeducativas de Prestação de Serviços à Comunidade e Liberdade Assistida, contando com uma equipe composta por coordenadora, psicólogas, assistentes sociais, educadoras sociais, motorista, auxiliar de serviços gerais e estagiárias.

Endereço: Rua Barão do Rio Branco, 25 – Centro (Próximo à Secretaria Municipal de Educação)

Fone: 3644.2049 - Email: creaslaguna@hotmail.com

Horário de Atendimento: Segunda a sexta-feira, das 8h às 18h

 

 

Abrigo Institucional para Crianças e Adolescentes

Sobre o Abrigo Institucional

O Serviço de Acolhimento Institucional que acolhe Crianças e Adolescentes em medidas protetivas por determinação judicial, em decorrência de violação de direitos (abandono, negligência, violência) ou pela impossibilidade de cuidado e proteção por sua família.

O afastamento da criança ou do adolescente da família deve ser uma medida excepcional, aplicada apenas nas situações de grave risco à sua integridade física e/ou psíquica. O objetivo é viabilizar, no menor tempo possível, o retorno seguro ao convívio familiar, prioritariamente na família de origem e, excepcionalmente, em família substituta (por meio de adoção, guarda ou tutela).

O serviço deve estar voltado para a preservação e fortalecimento das relações familiares e comunitárias das crianças e dos adolescentes. O atendimento deverá ser oferecido para um pequeno grupo e garantir espaços privados, para a guarda de objetos pessoais e registros, relacionados à história de vida e desenvolvimento de cada criança e adolescente.

O Acolhimento Institucional para Crianças e Adolescentes pode ser ofertado nas seguintes unidades:

- Abrigo: Acolhimento provisório com capacidade máxima para 20 crianças e adolescentes por unidade. O serviço deve ter aspecto semelhante ao de uma residência e estar inserido na comunidade, em áreas residenciais, oferecendo ambiente acolhedor e condições institucionais para o atendimento com padrões de dignidade.

- Casa-Lar: Acolhimento provisório oferecido em unidades residenciais, com capacidade máxima para 10 crianças e adolescentes por unidade, nas quais pelo menos uma pessoa ou casal trabalha como educador/cuidador residente – em uma casa que não é a sua – prestando cuidados a um grupo de crianças e adolescentes afastados do convívio familiar.

Fonte: Site MDS, 2018.

 Saiba mais sobre o Serviço de Acolhimento: http://mds.gov.br/assuntos/assistencia-social/unidades-de-atendimento/unidades-de-acolhimento

Em Laguna, o Serviço de Acolhimento Institucional é ofertado na modalidade Abrigo, com equipe composta por cuidadores, assistente social, psicóloga, coordenadora, auxiliares de serviços gerais e motorista, com capacidade instalada de 20 crianças e adolescentes.

 Endereço: Rua Victor Meirelles, 131, bairro Esperança.

Fone: 3644.6866 - Email: abrigoinstitucionaldelaguna@gmail.com

Horário de Atendimento: Segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.