---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Pesquisadores deverão mapear novos sítios arqueológicos

Publicado em 14/03/2008 às 00:00 - Atualizado em 28/05/2018 às 18:42

Os arqueólogos do grupo de pesquisa da Unisul acreditam que inúmeros sítios pré-históricos não foram catalogados no município e continuam desconhecidos. Nos próximos meses, o grupo irá sair a campo em busca de provas. Algumas com um simples monitoramento por imagens via-satélite, os estudiosos conseguiram. Na região da Praia da Galheta com a movimentação das dunas pelos ventos, sítios ainda desconhecidos foram diagnosticados. “Vamos fazer um trabalho minucioso. Temos indícios de locais datados de 7 mil anos”, conta a arqueóloga da Unisul, Deise Scunderlick. Sítios arqueológicos são locais de relações sociais de diversos grupos, nesses são encontrados objetos de rituais religiosos, ambiente e fatores econômicos. Na região Lagunar existem indícios de povos do grupo Gê, Guaranis e de Sambaquis, um grupo considerado não nômade pré-histórico. “Locais que guardam histórias e que precisam ser preservados”, conta. Até o final do mês, um mapa com os sítios arqueológicos será concluído.