---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Mutirão para combater o câncer de mama e do colo-uterino

Publicado em 18/03/2008 às 00:00 - Atualizado em 28/05/2018 às 18:42

Para as mulheres que não têm tempo durante a semana para realizar o exame preventivo. A Secretaria de Saúde irá abrir o Posto de Atendimento Médico (Pam) do bairro Magalhães, no dia 29, das 13h30min às 17h30min. O exame pode diagnosticar o câncer do cólo uterino e de mama. As mulheres podem agendar o exame no 3644-0602 ou no 3644-0911. Saiba mais O que é HPV? É um vírus transmitido pelo contato sexual que afeta a área genital tanto de homens como de mulheres. O HPV é uma família de vírus com mais de 80 tipos. Enquanto alguns deles causam apenas verrugas comuns no corpo, outros infectam a região genital, podendo ocasionar lesões que, se não tratadas, se transformam em câncer de colo do útero. Uma das características desse vírus é que ele pode ficar instalado no corpo por muito tempo sem se manifestar, entrando em ação, em determinadas situações como na gravidez ou numa fase de estresse, quando a defesa do organismo fica abalada. Como devo me prevenir ? Como em qualquer doença transmitida pelo sexo, é preciso que se tomem alguns cuidados como: - Manter cuidados higiênicos; - Ter parceiro fixo ou reduzir o número de parceiros; - Usar preservativos durante toda a relação sexual; - Visitar regularmente seu ginecologista para fazer todos os exames de prevenção. O que é o câncer de mama ? O câncer de mama propriamente dito é um tumor maligno. Isso quer dizer que o câncer de mama é originado por uma multiplicação exagerada e desordenada de células, que formam um tumor. O tumor é chamado de maligno quando suas células tem a capacidade de originar metástases, ou seja, invadir outras células sadias à sua volta. Se estas células chamadas malignas caírem na circulação sangüínea, podem chegar a outras partes do corpo, invadindo outras células sadias e originando novos tumores. Como é feito o diagnóstico ? O melhor meio para se diagnosticar o câncer de mama é a mamografia, que é capaz de detectar o tumor antes mesmo que ele se torne palpável. Quando o diagnóstico é feito dessa forma, ainda no início da formação do tumor, as chances de cura se tornam muito maiores, descartando a necessidade de retirada da mama para o tratamento. Apesar de ser um método eficaz, a mamografia não descarta o auto-exame e o exame feito pelo ginecologista ou mastologista, já que alguns nódulos, apesar de palpáveis, não são detectados pela mamografia.