---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

flama
Flama comanda operação para investigar irregularidades em funerária da cidade

Publicado em 08/08/2019 às 16:38 - Atualizado em 08/08/2019 às 16:38

A Fundação Lagunense do Meio Ambiente (Flama) em reunião nesta quinta-feira (8) com a Casan, Polícia Civil, Polícia Ambiental e Vigilância Sanitária definiu alguns procedimentos que serão tomados no início desta sexta-feira (9), após a denúncia de que um líquido da cor vermelha está sendo despejado por uma funerária, na lagoa Santo Antônio dos Anjos, no centro histórico.

 

De acordo com averiguação feita no local pela equipe de fiscais da Vigilância Sanitária e Flama, foi detectada irregularidade no sistema da rede de esgoto da funerária, que está ligada diretamente na lagoa, sem tratamento prévio.

 

De acordo com a Casan, aquela região do centro histórico possui a nova rede ligada à Estação de Tratamento de Esgoto, mas o estabelecimento notificado ainda está ligado à rede antiga. Neste caso, precisaria realizar os três níveis de tratamento prévio (peneiramento, fossa, filtro e cloração) antes de ser descartado.

 

Primeiramente, a Vigilância Sanitária do município notificou o proprietário para regularização.

 

A polícia civil irá investigar a denúncia feita pela Fundação Lagunense do Meio Ambiente, para descobrir se há crime civil. A flama, no entanto, segue na investigação do crime ambiental.

 

O material coletado será analisado em laboratório para confirmar qual líquido foi despejado na lagoa.

 

 A Casan informou que realizará já no início da semana que vem a ligação do local a nova rede da ETE.


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar