---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

cultura
Bisneta de Anita visita lugares onde heroína passou

Publicado em 17/02/2020 às 14:39 - Atualizado em 17/02/2020 às 15:01

O fim de semana foi de emoção para a professora Annita Garibaldi. Bisneta da heroína catarinense que se tornou conhecida mundialmente pelas lutas na América e na Europa, a visitante ilustre esteve percorrendo os lugares por onde sua bisavó pisou quase 200 anos atrás. 

 



O roteiro foi iniciado no sábado, 15, com um almoço no Mar Grosso. À noite, ela participou da terceira edição do Bingo Cultural das Guardiãs de Anita, e se disse honrada por ter acompanhado o evento. "Me anima ver a memória de minha bisavó sendo celebrada", afirmou. A ação promovida pelas guardiãs teve objetivo de lançar o adesivo-símbolo das comemorações do bicentenário e arrecadar fundos para a viagem da comitiva brasileira à Itália, em abril.

 



Na manhã de domingo, 16, o dia foi reservado para homenagens e visita a pontos histórico. Antes, Annita respondeu a perguntas de jornalistas da imprensa regional que participaram de coletiva no Museu Casa de Anita. Na sequência, na praça Vidal Ramos, em frente à matriz, ela descerrou uma placa comemorativa que registrou sua visita à cidade e que foi afixada no busto de Giuseppe Garibaldi. 

 



Para o diretor do Instituto CulturAnita, Adilcio Cadorin, a vinda da bisneta é vista como uma forma de incentivo à Laguna aderir e apoiar maciçamente o projeto que visa comemorar o bicentenário da lagunense. "Esta é uma iniciativa muito importante. Dona Annita Garibaldi veio para oxigenar e fazer com que a cidade se reencontre consigo mesma. A visita dela aconteceu como planejamos e já estamos colhendo os frutos desta viagem", comemora Cadorin.

 



Annita foi homenageada pelos estudantes da escola Comandante Moreira, da comunidade de Campos Verdes, onde ouviu atentamente uma apresentação da aluna Francisca Martins, de 15 anos, que falou sobre a biografia de sua bisavó. "Foi uma responsabilidade muito grande, fiquei nervosa. Não conhecia toda a história de Anita e hoje posso dizer que a tenho como exemplo", comentou a estudante. 

 



Já na comunidade da Ponta da Barra, a professora pôde conhecer as ruínas do que foi o Forte de Garibaldi, construído pelos revolucionários farroupilhas no século XIX, tão logo tomaram Laguna das forças imperiais. A edificação até alguns anos atrás tinha paredes ainda visíveis, mas atualmente permanece apenas com os alicerces de fundação existentes. 

 



O tour por Laguna incluiu ainda a experimentação de butiá, símbolo do município. "Muito bom", resumiu a bisneta, que aprovou a fruta típica catarinense. Ela ainda visitou o Morro da Glória onde se deslumbrou com a vista da cidade. "Lamento ter que me ausentar. Já estou com saudades", pontuou.

 

Fonte: Luís Claudio Abreu/CulturAnita/Ascom