---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

saúde
Governo alerta para aumento no número de casos confirmados de Coronavírus em Laguna

Publicado em 05/06/2020 às 11:42 - Atualizado em 05/06/2020 às 11:59

O Governo Municipal está divulgando nesta sexta-feira (5) um alerta em relação ao aumento no número de casos confirmados de pessoas com COVID-19, em Laguna, que subiu de 17 para 24, em menos de uma semana. Os números também cresceram em relação aos casos notificados, ou seja, número de pacientes com suspeita que realizaram exames para diagnosticar se estão com a doença. Eram 223 no dia 3 de junho, um dia depois passou para 248 casos. Destes 25 casos notificados em 24 horas, 13 ainda aguardam o resultado dos exames e 12 foram descartados.

 

O Comitê Municipal Emergencial de Crise (CMEC) vem realizando ações de orientação em locais com maior movimentação de pessoas durante a semana e principalmente nos finais de semana. Estão sendo distribuídas máscaras às pessoas nas ruas e feita a orientação para evitar aglomerações.

 

A Vigilância Sanitária do município está realizando vistorias e dando orientações em supermercados, padarias, lanchonetes, bares e restaurantes da cidade.

 

De acordo com a procuradoria jurídica do município, em caso de descumprimento do decreto municipal (nº 6.222) que obriga o uso de máscaras, os estabelecimentos comerciais poderão ser autuados e multados através do código sanitário, chegando até a cassação de alvarás se for necessário.

 

O coordenador da Vigilância Sanitária do município, Alex de Bem, afirma que cabe aos proprietários dos estabelecimentos comerciais exigir o uso de máscaras por todos que estão dentro do local, clientes e funcionários. "Ao lavrar a infração, o fiscal sanitário abre um processo administrativo e o julgamento do mesmo pode gerar multa ou até cassação", explica o coordenador.

 

Em ambientes públicos, pessoas que estão sem o uso de máscaras podem ser orientadas e advertidas pela Guarda Municipal ou Polícia Militar, quanto à obrigatoriedade do uso das máscaras.

 

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) o Brasil ainda não atingiu o pico da doença, mostrando que a curva ainda está em crescimento. Somente nesta quinta-feira (4), o país registrou o número recorde de mortes pela doença, totalizando 1.473 pessoas mortas em apenas 24 horas. Ao todo, já são 618.554 casos confirmados e 34.072 mortes no país.