---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

meioambiente
Educador ambiental pinta mural em unidade de fauna marinha

Publicado em 01/07/2020 às 14:54 - Atualizado em 01/07/2020 às 14:56

O Centro de Educação Superior da Região Sul (Ceres), da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) em Laguna, recebeu um mural de 290 metros quadrados no domingo, 28, pintado pelo artista plástico e educador ambiental Alexandre Huber.



O mural, que apresenta a maior representação da arte marinha no Brasil, foi idealizado pela equipe do Projeto de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS), da Petrobrás, e está localizado na sede da Unidade de Estabilização da Fauna Marinha do Sul Catarinense e do Laboratório de Zoologia da Udesc Laguna.



A arte começou a ser desenvolvida no dia 23 e foi entregue oficialmente cinco dias depois. As paredes brancas da unidade deram espaço para espécies como baleia-franca, baleia-jubarte, cachalote e para o símbolo de Laguna, o boto-pescador, cercado por cardumes de peixes.

De acordo com o professor Pedro Castilho, da Udesc Laguna, o objetivo da iniciativa é chamar atenção para os trabalhos de preservação da fauna marinha realizados pelo PMP-BS e pela universidade na Praia do Gi.

"Acreditamos que o prédio se tornará um atração para a comunidade, além de servir como ferramenta de sensibilização ambiental", afirma o docente.



Monitoramento de impacto ambiental



O projeto PMP-BS visa avaliar os possíveis impactos das atividades de produção e escoamento de petróleo sobre aves, tartarugas e mamíferos marinhos, por meio do monitoramento das praias, do atendimento veterinário aos animais vivos e da necropsia dos animais encontrados mortos.



De Saquarema (RJ) até Laguna, são 15 trechos de monitoramento. A Udesc monitora o trecho 1, compreendido entre Laguna e Imbituba. Além disso, o Laboratório de Zoologia recebe animais do trecho 2, compreendido entre Imbituba e Governador Celso Ramos, para reabilitação e necropsia.



Sobre Alexandre Huber



Paulista de Santos (SP), Alexandre Huber tem seu nome ligado à dedicação na luta pela preservação das espécies marinhas no Brasil. Ele já produziu artes para ONGs e projetos ambientais como: Albatroz (SP), Projeto Mantas do Brasil (SP), Projeto Lontra (SC), Associação Amigos do Peixe Boi Amazônico (AM), Projeto Tartarugas da Amazônia (AM), Projeto Peixe Boi Marinho (PE), Instituto Australis (SC) e Projeto Divers For Sharks (RJ).