---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

342 anos
Aniversário: Laguna celebra 342 anos de história

Publicado em 27/07/2018 às 18:36 - Atualizado em 27/07/2018 às 18:49

Cais do Centro Histórico
Créditos: Fabiana Pangrácio Baixar Imagem

Uma das cidades mais antigas de Santa Catarina, Laguna comemora 342 anos neste domingo (29). As praias de águas claras e o Centro Histórico, mantido com a preservação de casarões, são um convite aos turistas e um orgulho para os moradores.

 


"Laguna é uma cidade com muito potencial. Estamos trabalhando com foco no desenvolvimento na cidade, negociando com empresas de grande porte para investir e gerar empregos aqui. Além de cuidar com carinho do nosso Centro Histórico através de projetos urbanísticos", salienta o prefeito Mauro Candemil.

 


Para festejar a data, neste sábado (28) terá corte de bolo, apresentações culturais e shows. As comemorações estão dentro da programação do 1º Festival Literário de Laguna, parceria da Secretaria de Educação e Turismo.

 


No domingo (29) ocorrerá uma solenidade nos pés da estátua de Domingos de Brito Peixoto, bandeirante que desbravou a região e iniciou a colonização da Vila. Antes, a tradicional salva de tiros às 6 horas, no Morro da Glória.

 

 


Programação Aniversário Laguna

 


Sábado (28/07) 




19h – Solenidade de Aniversário de Laguna


Prêmio Jerônimo Coelho do 1º Concurso Literário “Conto do Pescador”


20h - Corte do bolo, 342 anos de Laguna


20h30min - Show com Banda +D40


23h - Show com Ave de Rapina

Local: Centro Cultural Santo Antônio dos Anjos

 

 

Domingo (29/07)


1h - Show Pirotécnico


6h- Salva dos 21 tiros de canhão

 

HOMENAGEM


Tema: Domingos de Brito Peixoto


Local: Praça Domingos de Brito Peixoto (em frente ao Cine Mussi)


Horário: 10h

 


História

 


Fundada em 29 de julho de 1676, o nome da cidade teve sua origem na lagoa ligada ao mar, denominada na geografia de laguna, assim surgiu o nome da cidade.

 


A vila foi elevada à condição de cidade, com denominação de Laguna, por Lei Provincial n.º 239, de 15-04-1847.

 


Considerada a terceira cidade mais antiga de Santa Catarina. Floripa (1673 - data alterada na lei 15.709/2014), São Francisco do Sul (1658) e Laguna (1676).

 


Seus primeiros habitantes foram os povos dos sambaquis, homens pré-históricos, que viviam da pesca em regiões de lagoas e mar. Depois vieram os indíos, os portugueses, negros, italianos, alemães e outros. Cada etnia deixou sua marca encontrada na arquitetura, gastronomia e histórias.

 


O porto de Laguna abastecia as cidades da região, canal de acesso do norte do país ao sul.

 


Em 1839, foi palco da Revolução Juliana que transformou a história de Laguna, onde a lagunense Anita de Jesus Ribeiro conheceu Giuseppe Garibaldi e levou o nome da cidade e sua história para todo o mundo.

 


Atualmente, Laguna tem 44 mil habitantes, um centro histórico tombado que recebe centenas de turista todos os anos.
Sua gastronomia, baseada em frutos do mar, pode ser degustada o ano todo.


Em Laguna, o visitante poderá apreciar a pesca com auxílio dos botos no canal dos Molhes.
A alegria de seu carnaval leva multidões atrás do trio elétrico e do samba.

 


Seu extenso litoral, são 40 quilômetros de praias, conquista visitantes apreciadores da natureza, refúgio e também de agito. As maiores ondas do Brasil estão em Laguna, acima de quatro metros, na praia do Cardoso, no Farol de Santa Marta.