---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

saude
Julho Amarelo: mês de combate as hepatite virais

Publicado em 11/07/2019 às 15:12 - Atualizado em 17/07/2019 às 14:20

Julho é o mês de prevenção de diagnóstico de hepatites virais e a Secretaria Municipal de Saúde informa que todas as unidades de saúde do município realizam o teste rápido, que diagnostica as hepatites B e C.

 

Segundo a enfermeira responsável pelo programa de DST e Hepatites Virais  do município, Janaína Rocha, o tipo de hepatite mais comum na cidade é a C. "Essa não tem vacina, mas tem tratamento", explica. De 2017 pra cá foram registrados 50 casos da doença em Laguna.

 

A vacina para hepatite B está disponível no calendário vacinal gratuito até os 49 anos. Já para a hepatite A é oferecida para crianças aos 15 meses.

 

De acordo com a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) de Santa Catarina o principal objetivo é estimular as pessoas a se vacinarem contras as hepatites A e B e a buscarem o diagnóstico precoce. Em Santa Catarina foram distribuídos 969.100 testes rápidos para hepatite B e 985.875 para hepatite C. Para todos os tipos de hepatites, o Sistema Único de Saúde oferece tratamento gratuito.

 

Dados nacionais:

Dados divulgados pelo Ministério da Saúde apontam que no Brasil mais de 70% das mortes por hepatites virais são decorrentes da Hepatite C, seguido da Hepatite B, com 21,8% e a Hepatite A, com 1,7%. Visando reduzir os índices no início do ano foi instítuído no país o 'Julho Amarelo'. A Lei 13.802 sancionada prevê que o mês seja voltado para a luta contra as hepatites virais.

 

Testes rápidos

Através dos testes rápidos é possível saber em até 30 minutos se você tem algum tipo de hepatite, sem a necessidade de realizar exames laboratoriais. Para fazer o teste é só procurar uma unidade de saúde. O exame é feito com a coleta de uma gota de sangue da ponta do dedo, depois é só esperar o resultado e iniciar o tratamento, caso seja necessário.

 

Transmissão

Hepatite B: É transmitida pelo sangue e/ou nas relações sexuais sem preservativo. É possível contrair a doença por meio do compartilhamento de objetos como agulhas e seringas, lâminas de barbear, materiais cirúrgicos e odontológicos, materiais de manicure sem adequada esterilização ou por meio de materiais para confecção de tatuagens e colocação de piercings.

 

Hepatite C: É transmitida pelo sangue, uso de drogas com compartilhamento de seringas, agulhas e canudos de inalação e materiais perfurocortantes contaminados. Quem recebeu transfusão de sangue e/ou hemoderivados antes de 1993 deve fazer o teste.

*Informações com Dive