Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

evento
Filme "Bacurau" tem sessão gratuita no Cine Mussi dia 13 de novembro

Publicado em 01/11/2019 às 15:17 - Atualizado em 01/11/2019 às 15:17

Vencedor do prêmio do júri no Festival de Cannes 2019, do prêmio de melhor filme na principal mostra do Festival de Cinema de Munique e do Prêmio de Melhor Filme e Melhor Direção do Festival de Lima, “Bacurau” (2019) terá sessão gratuita, dia 13, às 19h30min, no Cine Mussi.

 


Com direção e roteiro assinados por Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles, o longa já foi convidado para mais de 100 festivais e mostras ao redor do mundo desde sua première mundial em Cannes. Também já confirmou a distribuição em mais de 40 países, incluindo Estados Unidos, Canadá, Japão e Reino Unido.

 

 

A classificação etária é de 16 anos e a duração é de 132 minutos.

 


+Filme “Bacurau”:

 

Rodado no Sertão do Seridó, divisa do Rio Grande do Norte com a Paraíba, “Bacurau” é um filme de ação, suspense e western ambientado no Brasil ‘daqui a alguns anos’. Conta a história do povoado Bacurau, que some do mapa misteriosamente e seus moradores começam a presenciar estranhos acontecimentos e uma série de assassinatos inexplicáveis.

 


“O Cinema Brasileiro tem produzido pouco ao longo da sua história do chamado ‘Filme de Aventura e Ação’. Sempre foi o desejo da gente fazer um filme de ação e aventura brasileiro, com efeitos especiais práticos e digitais, lentes Panavision (usadas no look clássico de filmes como ‘Os Caçadores da Arca Perdida’), mas que ainda assim fosse um filme brasileiro, sobre o Brasil e sobre o mundo. Um filme de ação universal”, explica Kleber Mendonça Filho.

 

“Contar a história que queríamos, com os elementos que achamos relevantes na composição desse universo, fez com que ‘Bacurau’ fosse cada vez mais entrando nessa dinâmica dos filmes de ação. A tão comentada ‘mistura de gêneros’ é a base para que a gente se sentisse totalmente livre pra contar a história dessa comunidade de maneira não muito explorada no cinema brasileiro. Foi muito divertido construir essas cenas e esses momentos onde a estética e linguagem do cinema de entretenimento se funde com o nosso vocabulário fílmico local, nossa linguagem. O filme é exatamente isso, o encontro conflitante e às vezes explosivo entre dois mundos bem diferentes”, complementa Juliano Dornelles.

 


Depois da equipe de produção percorrer mais de dez mil quilômetros em Alagoas, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte, encontraram a localidade de Barra que se transformou na tela grande no povoado Bacurau. As filmagens duraram dois meses e três dias, com uma equipe de 150 pessoas. As cidades de Parelhas e Acari serviram de base para a produção.

 


Sonia Braga ("Dona Flor e Seus Dois Maridos", "O Beijo da Mulher Aranha", "Aquarius"), o alemão Udo Kier ("Suspiria", "Berlin Alexanderplatz", "Garotos de Programa, Melancolia") e Karine Teles ("Que Horas Ela Volta?", “Benzinho") fazem parte de um elenco composto por dezenas de atores, como Barbara Colen ("Aquarius"), Silvero Pereira, Thomas Aquino, Antonio Saboia, Rubens Santos e Lia de Itamaracá.

 


Juliano Dornelles e Kleber Mendonça Filho colaboraram nos curtas metragens premiados no Brasil e exterior "Eletrodoméstica" (2005) e "Recife Frio" (2009), e nos longas também aclamados internacionalmente "O Som ao Redor" (2012) e "Aquarius" (2016), filmes dirigidos por Kleber e com direção de arte de Juliano. Na equipe de “Bacurau” a parceria estabelecida em "O Som ao Redor" e "Aquarius" também se repete na fotografia, assinada por Pedro Sotero, no som de Nicolas Hallet e na direção de arte de Thales Junqueira.

 

“Bacurau” é a segunda coprodução Brasil-França, com a CinemaScopio do Recife (“O Som ao Redor”, “Aquarius”) e a SBS em Paris (“Synonymes”, de Navad Lapid, vencedor do urso de ouro em Berlim, “Elle”, de Paul Verhoeven, “Mapas Para as Estrelas”, de David Cronenberg). “Bacurau” também é uma coprodução com a Globo Filmes, Simio Filmes, Arte France Cinema, Telecine e Canal Brasil.

 

Produzido por Emilie Lesclaux, Said Ben Said e Michel Merkt, tem patrocínio da Petrobras, Fundo Setorial do Audiovisual, Funcultura (Governo de Pernambuco) e do CNC (Centre National de la Cinematographie, France).

 

 

SERVIÇO:

 


Filme “Bacurau”

 


Roteiro e Direção: Kleber Mendonça Filho & Juliano Dornelles

 


Produção: CinemaScopio, SBS

 


País/Ano: Brasil/2019

 


Duração: 132min

 


Classificação: 16 anos

 


- 13/11, 19h30, no Cine Teatro Mussi Sesc Laguna – Rua Eng. Colombo Machado Salles, s/n – Centro – Telefone: (48) 3644.0152. Sem necessidade de retirada de ingressos.