---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

cultura
Bisneta de Anita Garibaldi está no Brasil

Publicado em 10/02/2020 às 14:33 - Atualizado em 10/02/2020 às 14:41

A  professora Annita Garibaldi, que leva o nome de sua bisavó, já está no Brasil. A visitante ilustre participará de eventos referentes ao projeto que comemora o bicentenário de nascimento de Anita. Próximos dias 15 e 16 ela estará em Laguna.

 


Annita Garibaldi é filha de Sante e Beatrice Garibaldi. Seu pai, por sua vez, era filho de Ricciotti, quarto e último herdeiro de Giuseppe e Ana Maria de Jesus Ribeiro, e de Harriet Constance Hopcraft. Ela já veio ao Brasil em outras oportunidades.

 

 

 

 

No dia 15, ela deverá chegar na cidade.  No dia 16, a bisneta deverá conhecer o Museu Casa de Anita, inaugurar uma placa na praça Vidal Ramos (no centro histórico), visitar Campo Verde e as ruínas do forte Atalaia, na Ponta da Barra, local onde ocorreram batalhas entre republicamos e imperialistas.


 

 

Nesta semana ela está em visita ao Rio Grande do Sul, sendo  uma iniciativa do Instituto Cultural Anita Garibaldi (CulturAnita), entidade sediada em Laguna responsável por promover na América do Sul eventos para comemorar o bicentenário da heroína, que foi companheira de Giuseppe Garibaldi, um dos principais nomes da Revolução Farroupilha (1835-1845).

 



Na programação em solo gaúcho, Annita irá inaugurar um monumento em honra a Garibaldi na cidade de Antônio Prado. A estadia da bisneta da Heroína dos Dois Mundos dura quatro dias.



 

Após o Rio Grande do Sul, ela cumpre roteiro em cidades catarinenses. Annita plantará a Rosa de Anita em Lages, Anita Garibaldi, Curitibanos e Garopaba.

 

 

 

Participa do Bingo Cultural das Guardiãs de Anita e vai conhecer os lugares onde sua bisavó passou em Laguna e na capital Florianópolis, terá reuniões e entrevista coletiva na Fundação Catarinense de Cultura (FCC).

 

 



Símbolo das comemorações

 

 

 


A Rosa de Anita é o híbrido-símbolo das comemorações foi criado pelo botânico italiano Giulio Pantoli (morto em 2018), que se inspirou na figura de Anita Garibaldi para desenvolver a rosa.



 


Na Itália, os direitos de reprodução da rosa estão com o Museu Renzi, que franqueou autorização para que o CulturAnita pudesse clonar e distribuir o híbrido no Brasil e na América do Sul.



 


Os brotos foram trazidos no final de 2018 para o Brasil e adaptadas à realidade climática do país pelo botânico Leonardo Borges, de Laguna. Em agosto, foram iniciados os plantios das primeiras rosas geradas em Imbituba, Laguna e Tubarão.

 

 



Sobre o projeto do bicentenário

 

 


O projeto prevê a realização de eventos em todas as cidades catarinense, gaúchas, uruguaias, italianas e de San Marino, que têm relação com a trajetória de Anita Garibaldi, a Heroína dos Dois Mundos. Até 2021, a ideia é que sejam realizados eventos comemorando a memória da personagem histórica nascida em 1821.

 



A iniciativa decorre de um convênio internacional celebrado entre o Museu Renzi, de Borghi (Itália), que é representado por Andrea Antonioli e Gianpaulo Grilli e o Instituto Cultural Anita Garibaldi (CulturAnita) de Laguna (Brasil), representado por Leo Felipe Nunes e Adilcio Cadorin.  

 

 

 Fonte: Assessoria de Comunicação Social de institutoculturanita/Luís Claúdio Abreu

 

 

 

 

 

 

 


Galeria de Fotos

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar