Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

cultura
2021, ano do Bicentenário de Anita Garibaldi em Santa Catarina

Publicado em 01/03/2021 às 14:19 - Atualizado em 01/03/2021 às 14:39

Será comemorado em 2021 o bicentenário de nascimento de Anita Garibaldi (1821 – 1849) e isso foi oficializado em decreto estadual editado pelo governador Carlos Moisés nesta sexta-feira, 26. As comemorações visam difundir a memória e a história de Anita Garibaldi, além de promover e solidificar o turismo histórico, cultural e cívico no Estado.

 

 

Pelo decreto 1.173/2021, que já está em vigor, fica estabelecido que a Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur) desenvolverá ações de cunho turístico e a Fundação Catarinense de Cultura (FCC) irá organizar o calendário de eventos relativos às comemorações. “Em reconhecimento à trajetória dessa mulher de mérito internacional, Santa Catarina não poderia deixar de fazer uma homenagem especial e relembrar a saga da heroína, suas lutas e conquistas na data em que completaria 200 anos”, destaca o governador. 

 

 

Ana Maria de Jesus Ribeiro nasceu em 30 de agosto de 1821, na cidade de Laguna, no Sul catarinense, Ana Maria de Jesus Ribeiro ficou internacionalmente conhecida como Anita Garibaldi. A lagunense recebeu o título Heroína dos Mundos por ter participado de diversas batalhas, no Brasil e na Itália, ao lado do marido Giuseppe Garibaldi.

 

 

“Cinquenta anos antes da república ser proclamada no Brasil, Anita empunhou armas e participou de dezenas de batalhas em prol dos ideais republicanos e para a implantação da República Catarinense, da República Rio-grandense, da República do Uruguai e da República Romana”, relata Adílcio Cadorin, diretor do Instituto Cultural Anita Garibaldi (CulturAnita). A heroína morreu em 1849, aos 27 anos, e teve os restos mortais sepultados – pela última vez – na Coline de Gianicolo, em Roma.

 

 

Em 2019, o governo estadual criou uma comissão, instituída pela Portaria 39 da FCC, que discute as ações a serem implementadas para marcar o momento no estado. A FCC, por meio da presidente Ana Lúcia Coutinho, coordena a comissão, em parceria com o Instituto CulturAnita, além de entidades públicas e privadas.

 

 

“Juntos trabalhamos para dar maior visibilidade a esta mulher forte e destemida, a heroína de dois mundos, que empunhou armas e participou de batalhas em prol dos ideais republicanos ao lado do marido Giuseppe Garibaldi. Para celebrar a vida desse ícone catarinense, o Estado, por meio da FCC, prevê uma série de atividades que envolvem arte, gastronomia, história, literatura, identidade e exposições. É uma honra participar de um movimento tão importante como esse”, declara Ana Lúcia Coutinho.

 

 

Sobre o projeto do bicentenário

 

O projeto prevê a realização de eventos em todas as cidades catarinenses, gaúchas, uruguaias, italianas e de San Marino, que têm relação com a trajetória de Anita Garibaldi, a Heroína dos Dois Mundos. A ideia é que sejam realizados vários eventos, em 2021, comemorando a memória da personagem histórica nascida em 1821.

  

A iniciativa decorre de um convênio internacional celebrado entre o Museu Renzi, de Borghi (Itália), que é representado por Andrea Antonioli e Gianpaulo Grilli e o Instituto Cultural Anita Garibaldi (CulturAnita) de Laguna (Brasil), representado por Leo Felipe Nunes e Adilcio Cadorin.

 

 

Sobre a Rosa de Anita

 

O híbrido-símbolo das comemorações foi criado pelo botânico italiano Giulio Pantoli (morto em 2018), que se inspirou na figura de Anita Garibaldi para desenvolver a rosa.

 

 

Na Itália, os direitos de reprodução da rosa estão com o Museu Renzi, que franqueou autorização para que o CulturAnita pudesse clonar e distribuir o híbrido no Brasil e na América do Sul.

 

 

Os brotos foram trazidos no final de 2018 para o Brasil e adaptados à realidade climática do país pelo botânico Leonardo Borges, de Laguna. Em agosto de 2019, foram iniciados os plantios das primeiras rosas geradas em Imbituba, Laguna e Tubarão e em 2020, nas cidades de Florianópolis, Garopaba, Curitibanos, Anita Garibaldi e Lages.

 

 

Fonte: Ascom CulturAnita e Secom SC